ÚLTIMAS NOTICIAS >>

10/recent/ticker-posts

Peugeot Landtrek tem produção confirmada para América Latina

Chegada ao Brasil é aguardada para 2022


Principal aposta da Peugeot para o segmento de picapes médias, a Landtrek não deve demorar para ganhar cidadania latino-americana. Em entrevista concedida durante lançamento no Uruguai, o gerente local da marca, Jose Luis Donagaray, confirmou que, além da China, a camionete será produzida na América Latina. O executivo não especificou qual país, mas tudo indica que será o próprio Uruguai, mais especificamente na fábrica Nordex.

A montagem, no entanto, não começará de imediato e neste primeiro momento o modelo chega ao mercado uruguaio importado da China, assim como já acontece no México. Na sequência, a Landtrek será lançada no Equador, Paraguai, Panamá, Peru, República Dominicana, Guatemala, Haiti e Chile - sempre importada de fábrica chinesa de Shenzen. Países como Brasil, Colômbia e Argentina receberão a picape apenas em um segundo momento, já com fabricação local.

Produzida localmente, a picape será lançada por aqui com posicionamento mais competitivo, tendo em vista que não pagará 35% de imposto de importação e ficará livre das variações do dólar. A concorrência acirrada do segmento inclui rivais como Toyota Hilux, Chevrolet S10, Ford Ranger, Mitsubishi L200, entre outras. Será a volta da Peugeot ao mercado de picapes de 1 tonelada de carga, depois da finada 504 vendida na década de 1990.

No mercado uruguaio, a Landtrek estreia em duas versões: Active (4x2 e 4x4) e Action (4x4). A primeira oferece de série ar-condicionado manual com saídas para os bancos traseiros, 6 airbags, controles de tração e estabilidade, controle de oscilação do trailer, piloto automático, sistema multimídia com tela de 10 polegadas compatível com Apple CarPlay e Android Auto, câmera de 180º e rodas aro 17".

A segunda adiciona câmera 360º, ar-condicionado automático de duas zonas, sensores de estacionamento, bancos revestidos em couro, acesso sem chave, sistema de navegação, faróis em LED, rodas de 18 polegadas, quadro de instrumentos com visor digital colorido de 4,2 polegadas, detalhes cromados na grade frontal e maçanetas, entre outros.

Sob o capô, são duas opções de motorização: 2.4 turbo a gasolina, de 210 cv e 32,6 kgfm, e 1.9 turbodiesel, com 150 cv e 35,6 kgfm. O primeiro é produzido pela Shenyang Mitsubishi e identificado pelo código 4K22D4T. Já o segundo é de origem Kunming Yunnei e codificado como D20TIE. Nos dois casos o câmbio é sempre o mesmo: manual de 6 marchas e fornecido pela Getrag. Em outros mercados também é ofertada uma caixa automática.

Fonte : Tá Na Mídia Rondôniense











































Postar um comentário

0 Comentários