ÚLTIMAS NOTICIAS >>

10/recent/ticker-posts

(Vídeo) Forças de Segurança realizam operação em Presidente Médici, após militares terem sido hostilizados


Polícias Militar, Civil e Rodoviária Federal fizeram diversas abordagem e apreensões, na noite deste sábado, após Guarnição ter sido atacada.

Um operação unindo as forças de segurança estadual e federal, foi realizada em Presidente Médici (RO) na noite do último sábado, 07 de maio, após uma Guarnição da Polícia Militar ter sido atacada durante uma abordagem de pessoas na inauguração de uma conveniência, num posto de combustíveis, na cidade.

Os militares foram acuados, hostilizados e atacados por pessoas que estavam no local. A viatura foi depredada e os policiais militares deixaram o local sem enfrentamento, para proteger a Guarnição de Serviço.

A notícia repercutiu de maneira negativa-extrema, para as forças policiais locais. Pessoas com formação superior e até mesmo do setor público de segurança, foram para as redes sociais hostilizar ainda mais a ação dos integrantes da Guarnição da PM, que conforme publicações, eram três policiais apenas e teriam sido “afugentados” pelos populares, que seriam liderados por um servidor da Sesdec, que ainda não emitiu ‘Nota’ sobre o fato, se verdadeiro, ou não.

O fato circula sem restrições nas redes sociais, afirmando que os policiais foram achincalhados, supostamente por um servidor do setor de segurança. 

veja a notícia anterior

leia mais

Enquanto as redes sociais fervilhavam de comentários denegrindo a imagem e todos os integrantes do Pelotão da Polícia Militar na cidade, uma Operação das Forças de Segurança Federal e Estadual, foi montada com participação de equipes de elite das Polícias Civil, Militar e Rodoviária Federal, que agiu na noite deste sábado, 07 de maio.

Quando as Guarnições chegaram ao centro de Presidente Médici, todas as entradas e saídas da cidade já havia sido bloqueadas. Vídeos foram gravados no mesmo local onde a Guarnição da Polícia Militar foi hostilizada.

Desta vez, o comportamento foi bem diferente. Não houve enfrentamento, ninguém reagiu a subjeção imposta e várias abordagens e apreensões foram realizadas. Não havia gritos, garrafas sendo lançadas e nem assovios, váias ou hostilização. Como se diz na linguagem popular: “ficou todo mundo pianinho”. 

Acompanhe alguns dos vídeos divulgados nas redes sociais, abaixo:

 

O Minuto Notícia

Postar um comentário

0 Comentários