ÚLTIMAS NOTICIAS >>

10/recent/ticker-posts

Fazendeiro mata assaltante durante tentativa de roubo em propriedade rural

Um homem suspeito de tentar assaltar uma propriedade rural em Mirassol d' Oeste, a 329 km de Cuiabá, foi morto a tiro pelo fazendeiro do local, na manhã desta quarta-feira (19). Um segundo suspeito da tentativa de assalto fugiu.

A vítima contou à Polícia Militar que estava iniciando os trabalhos na propriedade quando ouviu gritos e vozes nos fundos da casa e, logo depois, percebeu que a mulher dele e a sogra foram feitas reféns pelos assaltantes.

Imediatamente, o proprietário da fazenda enviou mensagens para familiares pedindo para acionar a polícia e correu para dentro da residência.

Segundo a polícia, o fazendeiro relatou que estava dentro do quarto, onde pegou uma arma e permaneceu trancado. Minutos depois, um dos criminosos, armado e encapuzado, foi até a janela do quarto e gritou “perdeu, perdeu”. Foi então que a vítima, de dentro do quarto e pela janela, atirou em direção ao suspeito, que saiu correndo em direção aos fundos.

Suspeito de tentar assaltar fazenda foi morto a tiro — Foto: PMMT

Suspeito de tentar assaltar fazenda foi morto a tiro — Foto: PMMT

Em seguida, a vítima ouviu um disparo de arma vindo dos fundos da casa e abriu a porta para a mulher e a sogra entrar. As duas filhas do casal, de 11 e 17 anos, também estavam na propriedade, mas conseguiram se trancar dentro de um quarto.

Conforme o boletim de ocorrência, tempo depois, o fazendeiro ouviu os cachorros latindo insistentemente e foi até os fundos da casa e verificou um dos suspeitos caído no chão.

A polícia chegou logo em seguida e encontrou o suspeito do assalto já sem vida. Ele estava com uma arma e uma faca na cintura.

A arma utilizada pelo fazendeiro foi entregue à polícia para investigação. A PM informou que o objeto está legalizado e registrado no nome da vítima.

O proprietário do local foi encaminhado à delegacia para registro da ocorrência. Segundo a Polícia Militar, ele está “em clara situação de legítima defesa própria e de terceiros”.

fonte: G1

Postar um comentário

0 Comentários