ÚLTIMAS NOTICIAS >>

10/recent/ticker-posts

BEBÊ NASCE COM CAUDA DE 12 CENTÍMETROS COM BOLA NA PONTA NO CEARÁ



Caso é considerado raríssimo na história da medicina

Em um caso raro na história da medicina, um bebê prematuro nasceu com uma cauda de 12 centímetros com uma bola na ponta. O fato aconteceu em 2020, em Fortaleza, no Ceará, e foi abordado agora em um artigo na revista científica Journal of Pediatric Surgery Case Reports. Segundo os pesquisadores, esse tipo de anomalia só foi registrado outras 40 vezes em todo o mundo.


O bebê, cuja identidade permanece anônima, nasceu após oito meses de gestação. Ao ser examinado, ele apresentou icterícia e um "apêndice fibroelástico arredondado de aproximadamente 4 centímetros em seu maior diâmetro, sustentado por um cordão fibroso de 12 centímetros na região paravertebral lombossacra esquerda". Ou seja, em termos leigos, ele nasceu com uma cauda.

Caudas em humanos são classificadas em "verdadeiras" ou "pseudo-caudas". “As pseudo-caudas são protuberâncias compostas basicamente por tecido adiposo ou cartilaginoso e presença de elementos ósseos”, diz o artigo. O caso do bebê do Ceará entra na categoria de cauda humana verdadeira, algo muito raro, com aproximadamente 40 casos relatados na literatura.

O bebê foi encaminhado para um hospital infantil e os médicos optaram por fazer uma cirurgia para a retirada da cauda. Como não havia comprometimento neurológico, como nervos ou osso na cauda, o procedimento foi considerado de menor complexidade, realizado uma semana após a entrada da criança no hospital.


Segundo a Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), a formação aconteceu devido a uma alteração na regressão da cauda embrionária. Representantes do órgão disseram ainda que não houve nenhum prejuízo para a criança.

Fontes
 
G1 e IFLScience
Imagens
 
Forte et al., Journal of Pediatric Surgery Case Reports, 2021 (CC by 4.0)



Postar um comentário

0 Comentários